Skydive Dubai

De uma coisa eu tinha certeza quando comprei a passagem para Dubai: PRECISO saltar de pára-quedas. Seria o meu segundo salto duplo, pois o primeiro foi em Foz do Iguaçu/PR, em setembro de 2017.

O ataque cardíaco, digo, o salto estava com dia e hora marcados meses antes. Eu comprei o tandem (salto duplo) na Palm DZ, que é em cima da Palm Jumeirah, aquela ilha em forma de palmeira que vemos nas fotos dubaianas. Há a opção de saltar no deserto, que é mais barato, mas achei que não seria tão emocionante a vista lá de cima. A reserva deve ser feita pelo site oficial, onde já é pago metade do valor do salto, que na época foi AED 999,00. (AED = dirharms, moeda oficial dos UAE)

Marquei a “locurage” para 2 dias após a minha chegada em Dubai, assim sofreria menos de ansiedade. Lógico que na noite anterior não consegui dormir, só de lembrar do frio na barriga que deu na primeira vez que saltei.

O salto estava marcado para às 12:00h e de manhã tomei um café leve para não correr nenhum risco nas alturas. Fui à pé do apartamento até lá, uns 10 minutos de caminhada apenas. Cheguei 1 hora adiantada, preenchi uma ficha, mediram minha altura e meu peso, paguei a outra metade que faltava e me avisaram que os saltos estavam em stand by, sem previsão de horário para reabrir, devido à neblina que pairava na região.

Havia uma galera esperando (asiáticos dominavam), que tinham horário marcado antes de mim. Sentei numa cadeira, confortável por sinal, e fiquei horas aguardando e nada do fog dispersar. No mesmo dia eu tinha um passeio marcado para o fim da tarde, e como havia a possibilidade de reagendamento do salto por questões climáticas, acabei fazendo isso.

Reagendei para dali 4 dias. Não precisei pagar nenhuma taxa pra remarcação e estornaram o valor que eu tinha pago sem nenhum problema. Tudo bem organizado. Naquele dia ninguém saltou. Segurança em primeiro lugar e visibilidade para que a experiência seja perfeita.

Novamente no dia marcado lá vou eu. Preenchi a ficha, mesmos procedimentos, paguei e surpresa…!! Saltos em stand by, só que desta vez por causa dos fortes ventos. Porém, não fiquei o dia inteiro esperando, apenas umas 3 horas até ser chamada pela instrutora, uma inglesa super gente fina. Instruções recebidas (as mesmas que tive em Foz do Iguaçu) era hora de vestir o equipamento e dar uma pequena entrevista para a video maker, uma guria da Bulgária, se não me engano.

Um (a) video maker salta junto com cada dupla e este serviço de foto/vídeo já está incluído no valor do salto. Achei muuuuito legal porque lá em Foz do Iguaçu o próprio instrutor levava a GoPro no pulso, e aí não fica tão legal as fotos/vídeos.

No avião foi umas 4 ou 5 duplas mais os vídeo makers, que gravam umas imagens suas, fazem umas brincadeiras e tal, pra deixar a galera mais relaxada. A vista lá de cima, ainda dentro do avião, é maravilhosa e quando atinge 12 mil pés de altura (mais ou menos 3,6 km), os saltos são autorizados.

Cada dupla, ao entrar no avião, já vai sentando em seus devidos lugares e se você está sentado ao lado da portinha, será o primeiro a se jogar pra fora. Aí é só alegria!

Pra variar, minha pressão baixou da metade do salto pra aterrissagem, e eu simplesmente estava de olhos abertos enxergando tudo preto. Será que desmaiei ‘consciente’? Não sei. Só sei que em Foz do Iguaçu me aconteceu algo bem parecido. Só lembro de olhar o céu azul novamente quando eu estava deitada na grama e ouvir a instrutora falar pra alguém buscar um copo d’água porque eu estava passando mal.

Depois que ‘ressuscitei’ do apagão, a vídeo maker fez a última entrevista e as últimas imagens, perguntando qual era a sensação de saltar e tal. Então foi só aguardar uns 30 minutos até que me chamassem pra pegar o pendrive com a mídia pronta e um boné preto de ~brinde~.

Se eu saltaria de novo? Sem dúvidas! É uma sensação indescritível! A queda livre dura mais ou menos 60 segundos (o de Foz 30 segundos porque você salta a 9 mil pés de altura, em média), que são os MELHORES da vida!

Obs: não deixe a reserva para última hora, pois o número de saltos é limitado por dia. E se possível, agende para os primeiros dias de sua viagem, para não correr o risco de perder devido às condições climáticas.

Mais informações aqui e aqui.

SkyDive2-1600x1067_530x@2x

Imagem: Google Imagens

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s