Wroclaw: a Veneza do Norte

Wroclaw, 4ª maior cidade da Polônia e capital da região da Baixa Silésia, foi carinhosamente apelidada de “Veneza do Norte”. Outras cidades que levam esse título são Amsterdam e São Petesburgo. Wroclaw localiza-se às margens do Rio Odra e foi a primeira cidade que conheci naquele país.

A primeira boa impressão já começou pelo ar, onde eu via, pela janela do avião, muitas terras cultivadas, um colorido geométrico interessante de observar. No aeroporto internacional Nicolau Copérnico, apesar de pequeno, tudo era limpo, organizado e bem sinalizado.

Na primeira volta pela cidade, já ao entardecer, me encantei com o colorido dos edifícios. É bem verdade quando dizem que polaco adora cores vibrantes! A Rynek, primeiro lugar turístico que conheci, é uma enorme praça no centro antigo da cidade, que concentra o maior número de restaurantes, bares e lojas. Aliás, todas as cidades polonesas possuem a Rynek, e segundo os guias locais, a de Wroclaw é a maior delas.

São mais de 100 pontes, para carros e pedestres, que ligam os pequenos canais formados pelo Odra na cidade de Wroclaw, por isso o apelido de “Veneza do Norte”. As pequenas ilhas são compostas de residências, igrejas ou comércio em geral. São bem arborizadas, o que torna o passeio muito agradável. Há passeios de barco pelo rio também.

Além de ser conhecida como Veneza do Norte, Wroclaw leva o título de “Meeting place”, já que lá existem inúmeras instituições de ensino superior, que a torna uma cidade universitária. Neste ano, a cidade foi sub-sede dos jogos da UEFA e em 2016 será a Capital Europeia da Cultura.

Apesar de ter sido destruída na 2ª Guerra Mundial, é uma cidade desenvolvida, que foi totalmente reconstruída no final dos bombardeios. A rede hoteleira conta com bandeiras internacionais, restaurantes oferecem todo o tipo de gastronomia, inclusive a brasileira. E todas as marcas de roupas, calçados e acessórios, que são mundialmente conhecidos, estão presentes, não só em Wroclaw, mas nas grandes cidades polacas.

São inúmeros os atrativos turísticos, e posso citar como o mais interessante deles, o Panorama Raclawicka, uma gigantesca pintura, medindo 15 mt de altura x 114 mt de comprimento, em 360°, que retrata a Batalha de Raclawice. O percurso de toda a batalha é comentada por áudio-guias em 6 idiomas.

Mais informações aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s